Fone: (11) 3242-8111 Fax: (11) 3112-0554 | Endereço: Rua Libero Badaró, 158 - 6º andar - São Paulo - SP

EQUIPE DA UTI NEONATAL DA SANTA CASA DE OURINHOS PARTICIPA DE CURSO DE ALEITAMENTO MATERNO EM SP
27/08/2019

Nos dias 16 e 17 de agosto a Enfermeira Adriana Timoteo Oliveira, a Enfermeira Assistencial Jacqueline Francisco de Oliveira e a Fonoaudióloga Nilce de Oliveira Almeida Mattos, participaram de um curso de Atualização de Leite materno na UTI Neonatal – Estratégias para mãe e o bebê prematuro, em São Paulo.

O curso foi ministrado pelo Pediatra Neonatologista Dr. Ricardo Nunes, especialista nos Cuidados voltados para o desenvolvimento do recém-nascido pré-termo e cuidados centrados na família.

O curso teve como objetivo proporcionar estratégias para a importância do leite materno exclusivo na alta do recém-nascido; humanização com o recém-nascido e mães prematuras e o incentivo da doação do leite materno para o banco de leite; cuidados voltados para o desenvolvimento canguru e amamentação; engenharia láctea; colostroterapia; e utilização do Leite Materno Cru.

De acordo com a supervisora da Unidade de Terapia Infantil (UTI), Adriana Timoteo, os benefícios do aleitamento materno são inúmeros. Além de estar sempre pronto, na temperatura certa e não custar nada, esse ato estimula o vínculo afetivo entre a mãe e o bebê e é fundamental para a saúde de ambos.

Na Santa Casa de Ourinhos, a equipe estimula e orienta as mães sobre a importância da amamentação desde a internação até o nascimento do bebê. “A amamentação é estimulada logo na primeira hora de vida do bebê. Isso aumenta o sucesso do aleitamento materno e proporciona inúmeros benefícios como não separar o bebê da mãe na UTI. Isso faz com que não se rompa o vínculo afetivo. Além disso, durante todo o período de internação, é estimulado o aleitamento materno, as mães recebem a visita da equipe médica e de Enfermagem. Têm o acompanhamento da fonoaudióloga que avalia e estimula a coordenação, sucção, deglutição, respiração do RN. A Psicologia promove acolhimento psicológico á família, promoção do vinculo mãe/bebe, o suporte, apoio, encorajamento e estímulo á amamentação. Também conta com visitas diárias da Enfermeira do banco de leite, Tatiana Petermann Maximino, onde divulga a existência do mesmo e a importância da doação do leite materno”, destacou Adriana.

Crédito: Trilhos Comunicação e Marketing