Fone: (11) 3242-8111 Fax: (11) 3112-0554 | Endereço: Rua Libero Badaró, 158 - 6º andar - São Paulo - SP

Santa Casa adere à ação de combate ao sedentarismo

Pela segunda vez, a Santa Casa de Piracicaba, através do Centro de Prevenção e Promoção da Saúde do Santa Casa Saúde, no próximo dia 06 de dezembro irá participar do Movimento de Combate ao Sedentarismo com ações abertas ao público na Área de Lazer da Rua Porto.

Pela segunda vez, a Santa Casa de Piracicaba, através do Centro de Prevenção e Promoção da Saúde do Santa Casa Saúde, no próximo dia 06 de dezembro irá participar do Movimento de Combate ao Sedentarismo com ações abertas ao público na Área de Lazer da Rua Porto.A ação foi lançada no ano passado pela ANS (Agência Nacional de Saúde), que elegeu o primeiro domingo de dezembro como Dia da Atenção à Qualidade de Vida.

 
Segundo a enfermeira Terezinha Carvalho, do Saúde Inteligente da Santa Casa, o início das atividades acontece às 7h30 com lian gong (ginástica chinesa).
 
Às 8h30 haverá uma caminhada e, logo em seguida, uma macroginástica.
 
Às 10h haverá alongamentos.
 
“Durante todo o período, entretanto, haverá uma equipe para a realização de massagem relaxante, a quick massage”, disse.
 
Segundo Terezinha, a expectativa é reunir mais de 250 pessoas durante as atividades.
 
Ruy Nogueira Costa Filho, superintendente do Santa Casa Saúde, explica que, além de atingir órgãos vitais como coração, rins e cérebro, o sedentarismo impacta diretamente na saúde dos músculos e ossos que, sem uso adequado para o seu fortalecimento, se tornam mais frágeis até se atrofiarem e perderem a flexibilidade.
 
Segundo ele, não se exercitar pode causar vários tipos de doenças, principalmente aquelas ligadas ao sistema cardiovascular.
 
“O evento tem relevância em nível nacional e acontece com a proposta de sensibilizar a sociedade sobre a importância de hábitos saudáveis para a melhoria da qualidade de vida e prevenção de doenças, em especial as doenças crônicas como diabetes, câncer, cardiopatias e doenças respiratórias, responsáveis por 70% das mortes no país”, disse Costa Filho.
 
Para ele, eventos como estes são essenciais para estimular as pessoas a adotarem um estilo de vida saudável.