Fone: (11) 3242-8111 Fax: (11) 3112-0554 | Endereço: Rua Libero Badaró, 158 - 6º andar - São Paulo - SP

FAMERP/FUNFARME TEM RECORDE DE INSCRITOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA; CUJO NÚMERO DE CANDIDATOS AUMENTOU 159% NOS ÚLTIMOS 5 ANOS

O Brasil está em São José do Rio Preto para concorrer às vagas do Programa de Residência Médica da Famerp/Funfarme. Além de registrar este ano novo recorde de inscritos (2.553 candidatos), o Programa atraiu jovens médicos de todos os 26 Estados brasileiros e do Distrito Federal. O total de candidatos que farão as provas nesta quarta e quinta-feira (8 e 9 de novembro) é 17% maior do que o de 2016, quando as instituições receberam 2.176 inscrições.

LEIA MAIS ABAIXO DEPOIMENTOS DOS CANDIDATOS MINUTOS ANTES DA PROVA

A prova irá selecionar os 252 profissionais que ingressarão no complexo, atuando em 62 diferentes especialidades da medicina. Ano a ano, os Programas de Residência Médica da Famerp/Funfarme atraem mais candidatos, reconhecimento à excelência do ensino oferecido pela Famerp, somada à infraestrutura, alta tecnologia e conhecimento que o jovem médico adquire no complexo hospitalar da Funfarme, um maiores do Estado de São Paulo.

O crescente interesse dos médicos de todo o Brasil pela residência da Famerp/Funfarme reflete a excelência do ensino da instituição “Estes jovens recém-formados de todo o país têm reconhecido o compromisso de nossa instituição com a formação humanizada e de qualidade, desde o ensino em nossa faculdade até a residência”, afirma Dr. Dulcimar Donizeti de Souza, diretor-geral da Famerp - Faculdade de Medicina, Enfermagem e Psicologia de Rio Preto.

“Constatamos serem grandes atrativos para os jovens médicos a nossa infraestrutura, somada à excelência do ensino médico e ético oferecidos pela instituição e à boa gestão conduzida pelas Diretorias da Famerp e Funfarme, que não permitiram que a crise no setor da Saúde afetasse tanto o complexo, como impactou outras instituições no Estado de São Paulo”, afirma o coordenador da Comissão de Residência Médica (Coreme), Dr. Emerson Quintino, o que as declarações dos candidatos confirmam.

Com 4.900 colaboradores, dos quais 488 médicos e 526 médicos residentes, o complexo da Famerp/Funfarme - Fundação Faculdade Regional de Medicina possui um dos maiores e mais completos Programas de Residência Médica do Estado. “Além da qualidade de ensino, o residente de qualquer especialidade convive com diversos ambientes nas várias instituições que compõem a Fundação; desde o pronto atendimento com traumatologia, cirurgia geral e ortopedia no Hospital de Base, até atendimentos especializados, como no Instituto do Câncer ou pediatria e obstetrícia, no Hospital da Criança e Maternidade”, afirma o coordenador da Coreme.

O diretor executivo da Funfarme, Dr. Jorge Fares, destaca outro fator que atrai médicos de todo o Brasil: a alta tecnologia em equipamentos e as instalações das Unidades que compõem o complexo hospitalar. “Nos últimos nove anos, investimos em equipamentos de última geração, muitos deles, entre os mais modernos do mundo, como o PET-CT, a hemodinâmica e a radioterapia, além de um centro cirúrgico como poucos existentes no Estado. Tudo isso fica à disposição dos novos residentes e, certamente, contribui muito para sua formação”, afirma.

Excelência do ensino e estrutura do complexo hospitalar atraem jovens médicos

A diversidade de sotaques e as muitas malas circulando pelos corredores da UNIP, local dos dois dias de prova, revelam o quanto o prestígio da residência médica da Famerp/Funfarme espalhou-se pelo Brasil.

Amadeu Pereira teve que transpor os mais de 2 mil quilômetros que separam Sobral, no Ceará, e Rio Preto para tornar-se residente da Famerp/Funfarme. Formado pela Universidade Federal do Ceará, em 2016, Amadeu foi atraído pelos elogios à estrutura hospitalar, que ajuda a fazer da cidade centro de referência em Medicina. “Descobri que o Hospital de Base é um dos maiores do interior paulista e tem estrutura de ponta e corpo clínico qualificado. Pesou também a pujança econômica de Rio Preto”, disse o médico cearense.

Estes e outros motivos também trouxeram Marcela Lorezon Gonçalves e mais cerca de 20 médicos recém-formados de Cuiabá. Como ocorre com inúmeros candidatos, eles se inscrevem após ouvir elogios de colegas que fazem ou fizeram residência na Famerp/Funfarme. "Amigos falaram muito bem da residência, que possui ótima estrutura física e preceptores qualificados”, afirmou Marcela.

O corpo docente da Famerp também foi um dos atrativos para outro grupo numeroso, da Bahia. Formada na Escola Baiana de Medicina, Ivana Diniz Lírio e outras sete amigas pretendem trabalhar no complexo hospitalar que, por realizar mais de 60 mil atendimentos por mês, oferece experiência que poucos centros médicos no Brasil proporcionam ao médico em sua formação. “Iremos lidar com uma grande diversidade de casos e de situações, de simples a extremas, e o número de especialidades médicas é enorme. Isso é muito importante numa residência”, declarou Ivana, que pretende especializar-se em Dermatologia.

A candidata Lilia Bentes, de Uberaba, tentará vaga também em instituições de Belo Horizonte e São Paulo, mas prefere integrar o quadro de jovens médicos da Famerp/Funfarme. Candidata à residência no Serviço de Anestesia, Lilia pesquisou em detalhes a instituição e constatou que o Hospital de Base possui um dos maiores e mais modernos centros cirúrgicos do interior do Estado. “O conceito do hospital é ótimo e sei que terei uma estrutura incrível, que encontro em poucos lugares no Brasil.”

Foi este o mesmo motivo que trouxe de Natal o médico Daniel Carlos Amorim. Formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, seus conterrâneos que passaram pela residência em Rio Preto deram ótimas referências. “Dizem que o hospital é fantástico e a cidade, ideal para se morar.”

 

Fonte: Assessoria de Imprensa