Fone: (11) 3242-8111 Fax: (11) 3112-0554 | Endereço: Rua Libero Badaró, 158 - 6º andar - São Paulo - SP

HOSPITAL AMARAL CARVALHO APRESENTA TRABALHO EM CONGRESSO DE EPIDEMIOLOGIA
27/10/2017

A atuação do Programa de Prevenção do Câncer Ginecológico do Hospital Amaral Carvalho (HAC), de Jaú (SP), foi tema de trabalho exposto no X Congresso Brasileiro de Epidemiologia, no início do mês. A análise de dados do Registro de Câncer de Base Populacional (RCBP) de Jaú divulgou o nome da instituição no evento da Associação Brasileira de Saúde Coletiva, em Florianópolis (SC).

Com o tema “Epidemiologia em defesa do SUS: formação, pesquisa e intervenção”, o encontro mobilizou centenas de especialistas de todo o mundo para o debate sobre a saúde com base em abordagens metodológicas modernas.

O coordenador de registros do HAC, Donaldo Veneziano representou o serviço jauense. Ele é um dos autores do estudo que analisou os casos de câncer de colo de útero registrados pelo RCBP Jaú de 1996 a 2014. “Consideramos os casos novos da doença e a mortalidade segundo ano do diagnóstico/óbito e comportamento biológico do tumor (invasivo ou não invasivo)”, explicou.

O trabalho elaborado em parceria com a ginecologista Lenira Mauad, a enfermeira Ana Marta Prado Auler e a assessora de registros Claudia Veneziano, apontou um aumento significativo da incidência no grupo não invasivo e diminuição dos casos de comportamento invasivo, cenário diretamente ligado à atuação do Programa de Prevenção do Câncer Ginecológico do HAC, que desenvolve ações de prevenção primária, promove o diagnóstico precoce e o acompanhamento das mulheres com exames alterados. “O que demonstra que um programa organizado e abrangente aumenta favoravelmente a sobrevida dessas mulheres e consequentemente, a diminuição da mortalidade por câncer do colo do útero graças à identificação de casos em que a doença está em sua fase inicial”, ressalta Donaldo.

O profissional também comenta que a existência do sistema de dados consistentes e de qualidade, o RCBP, permite o registro de informações detalhadas dos casos, o que facilita a observação dos resultados.


Fonte: Revista Hospitais do Brasil